yoast green light bola verde

Porque a green light do Yoast não tem valor para SEO

A gamificação da análise de conteúdo do famoso plugin para wordpress Yoast SEO foi criada para ajudar você a melhorar a compatibilidade de SEO da sua postagem nos casos em que você não possua conhecimentos e precise tangibilizar de maneira prática seu SEO Onpage.

Pode parecer tentador obter sempre o maior número possível de “bolinhas verdes” em todos os textos do seu blog. No entanto, essa gamificação pode fazer com que você perca o foco do que é realmente importante ao otimizar seus artigos como a qualidade do conteúdo e a estratégia por trás dele.

Também pode fazer com que você, sem querer, acabe tentando trapacear em seu próprio processo de SEO para alcançar todos os green lights do plugin, o que significa que você está olhando para o objetivo errado.

O funcionamento e objetivo do plugin

Quem atualmente depende desse plugin em sua estratégia de conteúdo deve entender que ele nunca vai garantir que ao cumprir com todos os requisitos de análise, deixando todas as suas bolinhas verdes, conseguirá ranquear no Google de alguma forma.

O que acontece é que o plugin nada mais é do que um “guia de tamanho único”, que se baseia nas melhores práticas do algoritmo do Google para sugerir melhorias no seu texto.

Se você seguir à risca a análise do Yoast, a única coisa que você estará obtendo é uma maior probabilidade de se posicionar para a palavra chave que você definiu no campo do plugin, caso a sua estratégia prévia de conteúdo e palavras chave esteja correta.

Colocando de outra forma, você basicamente precisa antes ter uma estratégia de palavra chave impecável, uma boa autoridade de domínio, um SEO técnico em dia e um bom copywriting para só então, no momento em que você definir seu objetivo no campo do plugin, ele “consiga te ajudar” a garantir o básico do SEO Onpage que você precisa.

O objetivo do plugin é somente te auxiliar, ele não é uma garantia de posicionamentos e também não é levado em consideração pelo Google.

Porque o green light não tem tanto valor para SEO

Se você ler a documentação de cada item das recomendações que o plugin Yoast quer que você implemente, perceberá que boa parte não passa de uma mera sugestão baseada em critérios criados pela própria Yoast, ou seja, eles não são fatores de ranqueamento oficiais da Google. Não passam de “boas práticas” em geral e que podem ou não impactar seu SEO.

Uma das primeiras recomendações que o Yoast pede são os Outbound links por exemplo, veja a explicação da própria Yoast do porquê você deve adicionar esses links em seu texto:

“Por que queremos que você adicione links externos à sua postagem

Na Yoast, sentimos que cada página deve incluir um link externo. Acreditamos muito nisso porque nossa missão é ‘SEO para todos’. Acreditamos muito na igualdade de oportunidades para todos em uma web conectada. Ao pedir que você adicione esse link externo, pedimos que conecte seu site ao próximo site. E esse site para o próximo site. Ao fazer isso, criamos uma web que se expande e se expande, de um site relacionado a outro. Ajudamos o Google a conectar os pontos. Ajudamos o Bing a obter insights sobre quais sites, ou melhor, quais páginas se relacionam entre si.

Ao conectar a web e estruturá-la com sua ajuda, ajudamos os mecanismos de pesquisa a encontrar sites interessantes. Ajudamos sites interessantes a se classificarem no Google. Com sua ajuda. SEO para todos.”

Ou seja, se você cumprir com esse requisito para deixar seu texto “verde”, não atingiu nada em específico.

Não estou dizendo que links externos não tem seu valor, mas a implementação de links externos envolve muito mais variáveis do que simplesmente incluir qualquer link externo aleatório em seu texto. Ao fazer isso de qualquer forma, somente para agradar o plugin, você pode até causar o efeito oposto.

Outra questão polêmica é a largura do Meta Título e da Meta Descrição.

Já foi dito diversas vezes por John Muller que a largura de ambos elementos não são um fator de ranqueamento, e que inclusive, ultrapassar esse limite tem benefícios para SEO.

Portanto, se você simplesmente seguir cegamente essa análise que o plugin sugere, não sabe de fato qual é o impacto que está causando.

Sobre a aba de legibilidade do Yoast

A aba de legibilidade não possui impacto algum em SEO.

As recomendações como distribuição de títulos e tamanho das sentenças são somente sugestões criadas pela própria Yoast baseadas em critérios próprios.

A verificação de distribuição de subtítulos avalia se você usou subtítulos suficientes em seu texto. A maioria dos textos com mais de 300 palavras precisa de subtítulos para ajudar os leitores a escanear o texto.

Acredito que seja interessante se basear nessas sugestões, pois podem ajudar bastante na sua legibilidade por ter algumas métricas bacanas, mas acima de tudo, quem deve julgar o resultado final da estrutura do seu texto é você.

Se você deseja realmente escrever uma estrutura de texto diferente e inovadora, se limitar ao que o plugin dita irá bloquear sua criatividade, além de não trazer um resultado melhor em SEO.

A tentação de muitos donos de sites em adquirir 100% dos green lights

Realmente existem pessoas contratando freelancers no Workana para deixar todas as páginas do seu site com o green light, isso é alarmante. Pessoas estão realmente pagando para atingir um objetivo que não significa nada, enquanto poderiam estar destinando esse esforço em uma estratégia mais eficiente.

Antes de começar a otimizar, você deve se perguntar: este post ou página precisa se posicionar nas buscas? Isso se encaixa na minha estratégia de palavras-chave? Não estaria competindo com outra página que é mais importante?

1.Nem toda postagem ou página precisa ser otimizada

Nem todas as páginas do seu site precisam ser otimizadas, você deve sempre pensar em como o seu conteúdo se encaixa na sua estratégia maior.

Por exemplo, em alguns casos, você deve tentar classificar com uma página de categoria. Otimizar outra página com mais texto para a mesma palavra-chave (ou semelhante) pode até prejudicar as chances de classificação dessa página de categoria.

Alguns conteúdos, como anúncios, não precisam ser otimizados. Sempre considere se é realmente necessário adicionar uma palavra-chave de foco.

2. Nem todo marcador precisa ser verde

Agora, digamos que você estabeleceu que realmente deseja que o conteúdo que acabou de escrever seja classificado. Isso significa que cada marcador na análise de legibilidade e SEO do Yoast tem que estar verde?

Se, durante qualquer uma das etapas, você tiver uma ou duas marcas laranja ou vermelha, isso não significa que sua postagem não será classificada.

3. Não adianta trapacear para conseguir a green light

Nunca mude sua palavra-chave no último minuto para obter um marcador verde.

Sempre pode acontecer de você ter como objetivo a classificação para uma palavra-chave específica, mas acabar usando um sinônimo dessa palavra-chave em seu texto. Talvez porque você inconscientemente prefira essa palavra, é uma palavra mais fácil de usar ou mais proeminente em seu vocabulário.

Se ao se deparar com um monte de orange e red lights ao finalizar a otimização do seu texto você mudar a palavra-chave para tentar ajustar isso, estará quebrando sua estratégia em função do plugin e não conseguirá atingir bons resultados.

Minha opinião sobre o Plugin Yoast

O Yoast SEO já me ajudou muito, principalmente nas fases iniciais da minha carreira, em que eu não fazia ideia do que estava fazendo e precisava de um guia acessível, o que acredito inclusive que seja um dos principais benefícios desse plugin.

É claro que ele tem muito mais ferramentas e funcionalidades ótimas além do guia ON-page, como suas configurações técnicas, as quais ainda uso bastante em alguns projetos, sem dúvidas.

Porém em relação à tão polêmica green-light, vejo que conforme o mercado de SEO cresce e as pessoas passam a iniciar nessa área, começam a adotar cada vez mais essas práticas cegamente acreditando que irão colher resultados disso.

Dessa forma, acredito que para aqueles que querem dar seus primeiros passos na otimização de conteúdos e não possuem muita referência o Yoast é um excelente guia, pois é melhor você cumprir com os green lights do que publicar artigos sem um mínimo de estrutura e qualidade.

Porém a partir de um certo momento, para fazer SEO de maneira profissional, será exigido muito mais fatores que o plugin sequer menciona, além de ter que olhar para seu conteúdo de maneira estratégica e qualitativa, alinhar isso à sua marca e por aí vai… Sendo assim, ficar preso às otimizações do plugin irá te limitar e te atrasar.

Imagem padrão
Alexandre Polselli
Especialista em SEO, Growth Marketing & Web Analytics
Artigos: 11