placa norte predio azul

A Verdade Sobre a Autoridade de Domínios (DA)

A Autoridade de Domínio (DA – Domain Authority) é uma métrica de avaliação de domínios que já foi citada milhões de vezes pela web e que vem sendo muito utilizada por diversos SEOs desde sua criação com uma variedade de objetivos que vai desde determinar o sucesso de campanhas de link building até definir o valor de domínios para compra no mercado gerando uma grande controvérsia dentro dessa comunidade.

 

Primeiro é necessário entender que a autoridade de domínio é uma simulação de pontuação de classificação dos mecanismos de pesquisa desenvolvida pela empresa Moz baseada no antigo método Pagerank criado pela Google  que prevê quão bem um site será classificado nas páginas de resultados de mecanismos de pesquisa (SERPs) através de uma metodologia única. Sua pontuação varia numa escala de 1 a 100, com pontuações mais altas correspondendo a uma maior capacidade de posicionamento nas buscas.

 

Essa métrica é calculada a partir da avaliação de  vários fatores, incluindo o número total de links que um domínio possui, além da sua idade numa fórmula que foi nomeada como DA.

 

Você pode visualizar o DA de um site usando as ferramentas oficiais da Moz como a  MozBar (uma extensão gratuita do Chrome), utilizando Link Explorer (uma ferramenta de análise de backlink),  a seção de análise de SERPs na ferramenta Keyword Explorer ou diversas outras ferramentas de terceiros que existem no mercado.

 

mozbar demo

 

Como ela é calculada

 

De acordo com a Moz em sua publicação oficial, a Autoridade de Domínio é calculada em uma escala logarítmica de 100 pontos. Portanto, é significativamente mais fácil aumentar sua pontuação de 20 para 30 do que para 70 para 80 por exemplo.

 

Sites que possuem muitos backlincks de qualidade (Wikipedia, Facebook ou Google.com) estão na extremidade superior da escala da Autoridade de Domínio, enquanto pequenas empresas e sites com poucos ou nenhum backlink naturalmente terão uma classificação de DA inferior. Domínios recém criados sempre começam com uma pontuação de DA = 1.

 

A metodologia utilizada para criar essa métrica, foi publicada oficialmente por Russ Jones da Moz e de forma resumida, envolve uma extração de mais de 16.000 palavras chave do “corpus de palavras chave dos Estados Unidos” as quais foram retiradas somente da “primeira página real do Google” para poder entender qual seria a correlação de posicionamento desses resultados sem ruídos que envolvem outros fatores.

 

É importante entender que Autoridade de Domínio não afeta de nenhuma forma as classificações de pesquisa. A Autoridade de Domínio prevê a probabilidade de um domínio superar seus concorrentes orgânicos e nada mais. Dito isto, sua utilidade como métrica está é oferecer uma base estatística de referência para medir esforços e realizar planejamentos de SEO, já que vai contra a política da Google divulgar seus fatores de ranqueamento, ou seja, é um norte para os profissionais e donos de websites.

 

O que é realmente e como surgiu o Domain Authority?

 

Segundo uma publicação oficial do Google Webmaster Support que fala sobre esquemas de links, ao citar o termo PageRank, eles cuidadosamente criam um link para este artigo da Wikipédia explicando do que se trata o Pagerank e não para um artigo oficial da Google em sua database de suporte, o que deixa claro que eles não pretendem oferecer detalhes sobre essa métrica para o público e entendem que é suficiente o conteúdo descrito nesse link.

 

O que hoje é chamado de Domain Authority como citado no início, é uma estimativa baseada no antigo algoritmo criado por Lawrence Page  em 1997 chamado de “Method for node ranking in a linked database” ou Método para Classificação de Nós numa Database Conectada, o qual é definido da seguinte forma:

 

“Vários aspectos da presente invenção fornecem Sistemas e métodos para classificar documentos em um banco de dados vinculado.

Um aspecto fornece uma classificação objetiva baseada na relação entre documentos. Outro aspecto de
invenção é direcionado a uma técnica para classificar documentos dentro de um banco de dados cujo conteúdo possui uma grande variação de qualidade e importância.”

 

É possível verificar que esse método já possui sua patente expirada há algum tempo e não é mais utilizada pela Google atualmente.

 

A importância de entender esse background está em em enxergar o motivo de haver tanto debate na comunidade atual sobre essa métrica, pois ela não só fez com que a Google se tornasse o que ele é hoje, pois seu algoritmo era revolucionário para a época, mas também ficou impregnada na cabeça dos profissionais que trabalham com SEO até hoje.

 

O que o Google diz sobre Domain Authority?

 

Em 2018 conforme publicado pelo Search Engine Journal, Bill Hartzer especialista em SEO, fez uma pergunta bem direta no Reddit AMA   para John Mueller da Google sobre a métrica de DA e recebeu uma resposta objetiva de Mueller com um certo tom sarcástico em sua fala da seguinte forma:

 

Bill Hartzer: Autoridade de domínios existe?

Mueller: É claro que existe! É uma ferramenta da Moz

 

seo reddit ama john mueller domain authority autoridade de dominio

 

John Mueller: “A Google não da uma pontuação para domínios”

 

No hangout publicado em junho de 2019, Mueller afirmou que a Google não mede especificamente a autoridade de um site, ao ser questionado sobre como um site pode aumentar sua autoridade.

 

O webmaster que fez a pergunta diz que seu site perdeu uma quantidade significativa de tráfego orgânico após a atualização do algoritmo principal de junho.

 

De alguma forma, o webmaster chegou à conclusão de que a autoridade do site caiu 50% como resultado da atualização principal.

 

No entanto, isso seria impossível de determinar, pois Mueller diz que o Google não possui nenhum tipo de métrica de “autoridade”.

 

Ouça a resposta completa dele a partir dos 23 minutos (ative as legendas caso necessário, o vídeo está em inglês):

 

 

Isso significa que Autoridade de Domínio não possui valor para SEO?

 

Apesar de tudo o algoritmo da Moz é a melhor aproximação que existe das métricas da Google no mercado de terceiros. Enxergue da seguinte forma: Se você possui uma Autoridade de Domínio relativamente alta, mas não classifica para tantas palavras-chave quanto seus concorrentes, pode de certa forma assumir que a qualidade e a quantidade de seu conteúdo não estão à altura do que é esperado como “normal”, porque a métrica que prevê classificações com base em links entende que você deve ajustar diversos fatores.

 

Por outro lado, se você tem uma autoridade de domínio relativamente baixa e não classifica para tantas palavras-chave quanto seus concorrentes, pode de certa forma supor que conseguir backlinks de maior qualidade aumentará suas classificações.

 

Quanto mais forte for o preditor de classificações, mais valiosa será a Autoridade de Domínio para você e sua empresa. Assim, a Moz produz uma métrica melhor na previsão de classificações do que métricas brutas, como contagem de links.

 

Então você deve usar a autoridade de domínio o tempo todo?

 

Definitivamente não. A Autoridade de Domínio deve ser vista e entendida apenas como uma métrica relativa. Você não deve olhar para um site com um DA alto de 70 e achar que isso é suficiente, apesar de ser um indicativo bom, você deve se perguntar qual é o DA dos seus concorrentes. Ainda sim, isso não significa que você terá melhores ou piores posições do que eles.

 

Basta fazer algumas pesquisas rápidas no Google para notar que é relativamente normal páginas de sites que possuem tanto uma DA quanto uma PA bem inferior se posicionarem com facilidade acima de seus concorrentes  conforme o exemplo abaixo:

 

exemplo autoridade de dominio serp google 2

 

Note que um domínio que possui um DA de 14 e um PA de 21, consegue fazer domínios com DA 87 e 48 comerem poeira. E isso se repete diversas vezes veja:

 

exemplo autoridade de dominio serp google

 

O motivo de isso acontecer é óbvio, além de ser uma métrica relativa não utilizada pela Google, existem mais de 200 fatores de ranqueamento para páginas e domínios, o que torna as coisas muito mais complexas.

 

Considerações Finais

 

Acredito que não seja culpa dos usuários tentar se basear na métrica de Autoridade de Domínio nos dias de hoje dado o fato de que a Google não é 100% transparente em relação aos seus fatores de ranqueamento.

 

Ao entender que essa métrica é extremamente relativa e não oficial, eu acredito que ninguém deve focar seus esforços nela em primeiro lugar, devemos sempre garantir que os fatores reais e comprovados de melhoria de posicionamento estejam sendo cumpridos assim como eu explico neste artigo do porque você deve parar de fazer SEO, e quando não houver mais o que medir, podemos tentar utilizar o DA.

Imagem padrão
Artigos: 0